terça-feira, 15 de junho de 2010

We might as well be strangers

I don't know your face no more
Or feel the touch that I adore
I don't know your face no more
It's just a place, I'm looking for

We might as well be strangers in another town
We might as well be living in a different world
We might as well...

I don't know your thoughts these days
We're strangers in an empty space
I don't understand your heart
It's easier, to be apart

We might as well be strangers in another town
We might as well be living in another time
We might as well...
We might as well be strangers! Be strangers!
For all I know of you now...

[KEANE]

video


PARA LER OUVINDO/ASSISTINDO AO VÍDEO

e as relações são bem assim, né?

num dia somos inseparáveis, no outro, desconhecidos...
não sei se é bom ou ruim, nem sei se quero saber, mas é inusitado, indiferente, estranho, tão normal...
ver alguém que você tanto amou passando ali, do outro lado da calçada; nenhuma reação, nenhuma palavra.
ou as vezes alguém que você não queria ver nunca mais, e já não se importa em cruzar-se com ele na rua e olhar para o lado.
como se estivessemos em lugares e/ou tempos diferentes...
eu não sei como essas coisas acontecem.
mas sei que essa música toca em um lugarzinho aqui em mim que as vezes prefere ficar só aqui guardado.

Um comentário: